ALIMENTAÇÃO


O dog alemão se desenvolve geralmente até os 36 meses de idade.
Uma alimentação incorreta pode provocar anormalidades esqueléticas. O excesso de cálcio causa concentração no lúmen intestinal, rápida absorção e aumento do cálcio plasmático. A hipercalcemia persistente resulta na secreção excessiva de calcitonina, deprimindo a atividade da paratireóide, interferindo na maturação, acentuando a aposição, diminuindo a remodelagem óssea e culminando com osteocondrose em diferentes locais. Uma alimentação correta promove um crescimento adequado e previne seqüelas futuras. É fundamental que a ração oferecida ao cão seja adequada a grandes raças, com um teor de cálcio perto de 1%.

Qualquer falha nutricional poderá comprometer muito o futuro dele. A dieta para cachorros em crescimento é diferente da de adultos, necessitam de uma quantidade maior de nutrientes (normalmente com um teor de proteína maior).

O criterioso ajuste na formulação entre proteína, energia, minerais e vitaminas permite perfeito sincronismo no desenvolvimento. O alimento deve ser oferecido seco.

O cão deve ser alimentado somente com a ração apropriada, não dê outros alimentos, além de não fazer bem e atrapalhar o apetite de seu cachorro faz com que ele se transforme num pedinte indesejado. Um carinho irá produzir os mesmos efeitos que um pedaço de pão. Ficam proibidos doces, pães, biscoitos, refrigerantes, molhos, alimentos condimentados, batatas, gorduras, frituras, ossos (principalmente).

Ossos especiais para cães são os recomendados. Os biscoitos para cachorros são uma ótima alternativa para aqueles que não resistem em oferecer petiscos para seu cachorro e também colaboram na limpeza dos dentes e fortalecem a mandíbula devido a sua textura, mas sem exageros.

Um aspecto importante a observar é que a ração deve ser  oferecida na altura correta, isto é, nunca água e ração devem ser oferecidas no nível do chão. Deve estar em uma altura em que o cão não tenha que se curvar para se alimentar, isso evita problemas de torção gástrica, postura e desvios ósseos.  Água e ração não devem ficar uma ao lado da outra, ração de um lado, água de outro.

As proteínas, na dose certa, produzem desenvolvimento muscular, é fonte de aminoácidos essenciais e têm participação em quase todos os níveis de atividade bioquímica. As gorduras são formas concentradas de energia, realçam o sabor dos alimentos e propiciam pelos brilhantes e macios. Os carboidratos auxiliam na digestibilidade e auxiliam para que o cão tenha fezes menos volumosas e mais firmes. As vitaminas estimulam o sistema imunológico prevenindo patologias infecciosas, atuam contra o stress e catalisam reações químicas. Os minerais propiciam o desenvolvimento dos ossos e dentes e atuam no equilíbrio hidroeletrolítico. Os alimentos industrializados de qualidade possuem na sua formulação todos esses ingredientes, de forma balanceada para cada fase do animal. São mais práticos, sua textura crocante, o que impede o acúmulo de resíduos nos dentes diminuindo a formação de tártaro. Sem falar que a excelente digestibilidade.

 

COMPORTAMENTO E TREINAMENTO

Um cuidado importante e específico para o Dog Alemão é evitar que ele fique pulando excessivamente e principalmente subindo nas pessoas. Como o Dog Alemão é um cão “pesado” isso pode ocasionar lesões de tendão, lesões de articulação e é um comportamento indesejável já que seu cão ficará muito grande. Outro cuidado específico é evitar que ele faça exercícios após a alimentação e a ingestão de grande volume de água, isso pode ocasionar o que chamamos de “torção gástrica” e leva o cão a óbito rapidamente.

Filhotes
Quando o cachorrinho chega em sua casa você deve se concentrar na sua educação, para que sua presença não se torne um transtorno. Devemos citar aqui um pouco de psicologia canina, para que você possa obter sucesso na educação. Théo Gygas, autor de "O Cachorro em Nossa Casa" explica em seu livro que os cachorros viviam em grupos, e uma das suas características era a escolha de um líder da matilha, a quem todos os membros se subordinavam. Ele compara essa afirmativa com os dias de hoje, observando que os cachorros não mudaram muito; agora escolhem seu dono como líder e a ele obedecem. Aconselha então que este demonstre sua liderança sendo firme e justo. Qualquer sinal de fraqueza, de condescendência é interpretado pelo instinto animal como subordinação e nesse caso a autoridade é invertida. Portanto quando der uma ordem faça-a com firmeza, mas sem força bruta, da mesma forma elogie e acaricie seu cachorro quando ele merecer.

1ª Noite
Nos primeiros dias é natural que o filhote chore por estar estranhando o seu novo lar. Uma forma de amenizar este sofrimento é colocá-lo numa cama bem confortável e mantê-lo bem quentinho. Também ajuda colocar um despertador tic-tac para embalar seu sono. Escolha um local adequado para seu filhote dormir. Este lugar deve ser arejado, seco, limpo e sem correntes de ar.

Higiene
Para que ele não suje toda casa com suas necessidades vão aqui algumas dicas: reserve um espaço para esse fim e todo o dia leve-o a esse local algumas vezes e espere que se alivie, de preferência, após a alimentação, pois a movimentação no tubo digestivo estimula a defecação e depois elogie bastante. Para quem mora em apartamento ajuda muito estender no chão várias folhas de jornal, uma em cima da outra, e a medida que forem sujando vão se tirando as de cima. Também já existe no mercado tapete especial para este fim.

SAÚDE

VACINAS
Para que nosso cachorrinho tenha uma vida plena, devemos antes de tudo prevenir doenças. O veterinário irá orientá-lo e fará as primeiras imunizações, a vacinação protegerá o animal de várias doenças. Os cachorros devem ser vacinados de acordo com o seu clínico. Será necessário um reforço anual de todas as vacinas, para mantê-lo sempre imune. Não leve seu filhote para passear antes que receba todas as doses de vacina, pois poderá contrair doenças com facilidade, ele não estará ainda imunizado e existem doenças que são graves como a cinomose e a parvovirose.

PASSEIOS
Evite sair à rua nos horários quentes; escolha o começo da manhã ou o entardecer.

BEBIDA
A água para consumo deve ser limpa, mantenha o bebedouro sempre à sombra e cheio.  Normalmente usamos baldes já que nosso amigo ficará muito grande para os bebedouros convencionais.

VERMES
Parasitas Internos
Os vermes são freqüentemente encontrados nos cachorros, por isso é necessário fazer exames de fezes periódicos, seguidos de tratamento prescrito pelo veterinário. Os parasitas causam debilidade, podem causar distenção abdominal, diarréia, emagrecimento, anemia e, dependendo do verme, até a morte.

Parasitas Externos
São as pulgas, piolhos, carrapatos e ácaros. Causam grande incômodo para o animal, além disso, carrapatos contaminados transmitem Babesiose e a Erlichiose, doenças que podem levar a morte. As pulgas ingeridas podem contaminá-los com tênias. Utilizamos normalmente produtos que evitam as pulgas e carrapatos, como, por exemplo, Front Line e outros.
 
SARNA
As sarnas são provenientes dos ácaros. O cão é infectado por três tipos diferentes: otodécica, demodécica e sarcóptica. Existem no mercado produtos que matam esses parasitas.
Para a eliminação total é preciso também combatê-los no ambiente. É importante não utilizar fêmeas portadoras de sarna demodécica, ou mesmo de linhagens que já apresentaram a sarna. Mesmo assim é praticamente impossível dizer, com certeza, que determinado animal não irá apresentar sinais da mesma em algum momento de stress em sua vida.
O criador deve sempre evitar que animais que possuam defeitos ou características indesejáveis continuem como reprodutores. Esses animais são companheiros maravilhosos, mas não devem ser utilizados como reprodutores.

BANHOS

Filhotes
Não dê banho antes de completar o ciclo de vacinação. Antes desse período o filhote não estará totalmente imunizado e poderá adoecer. O que você pode fazer é uma higienização, usando água morna e vinagre e com auxílio de um pano embebido nessa solução limpa-se o pêlo do animal e sua genitália, depois seque-o e limpe suas orelhinhas com algodão umidecido em álcool (sem excesso de álcool para que não escorra para dentro da orelha). Faça essa higienização em dias quentes e nos horários de pico do sol. Para os cachorros com mais de 4 meses também devemos escolher dias quentes para o banho, mas este poderá ser completo. Não permita que entre água nas orelhas, para evitar a otite (inflamação do ouvido), tapando-as com chumaços de algodão.

Adultos
É dado de acordo com a necessidade, pois a pele do cachorro possui glândulas sebáceas que proporcionam ao corpo uma proteção gordurosa, defendendo-o contra o calor e o frio.

ESCOVAÇÃO
A escovação deve ser feita com a maior freqüência possível para que sejam removidos pêlos e células mortas. Faça primeiro no sentido contra o pêlo e depois a favor, usando uma escova própria para a pelagem do cão. Fazendo isso ficará sempre brilhante.

UNHAS
As unhas costumam crescer muito nos cachorros que vivem dentro de casa. É muito importante cortá-las, para que não machuquem o animal e também este não arranhe ninguém. Esta operação só deverá ser feita por veterinários ou pessoas capacitadas. Unha excessivamente grande também influencia na movimentação do animal e pode causar dor e inflamação.

PATAS
Um ponto importante do Dog Alemão são seus pés. Esses devem ser sempre observados, no clima seco e frio podem apresentar ressecamento e rachaduras, o que pode ser facilmente tratado com a utilização de um creme hidratante (de preferência sem cheiro) e aplicado sem excesso.

CALOS
O Dog Alemão tem a tendência de ter calos nos cotovelos das patas dianteiras, patas traseiras, e na lateral do corpo.  Isso ocorre porque são muito pesados e às vezes não deitam, “desmontam” e batidas constantes nos cotovelos podem ocasionar calos e inchaços. Para amenizar a situação utilizamos tapetes de borracha especiais e evitamos que o cão deite fora deles. Também utilizamos uma mistura de Hipoglós, creme hidratante e aderogil gotas. Passamos nas áreas propensas aos calos duas vezes por dia. Isso evita a formação dos mesmos. Deve-se cuidar dos calos a partir da infância, pois a tendência natural é que os mesmos apareçam. Dá trabalho mas podem ser evitados.

AMBIENTE
É importante que o cão viva em uma área em que possa tomar sol, mas esse deve ser dosado de forma que ele não fique exposto todo o tempo. A área deve ser limpa, se sua área é gramada tanto melhor. Se tiver piscina cuide de colocar uma escada especial para que seu cão consiga sair caso caia nela (não se esqueça de ensiná-lo a usá-la). Em nenhuma hipótese o cão deve viver confinado, isso causará todo tipo de “desvio” incluindo problemas ósseos e de comportamento.

EXERCÍCIOS

O cão deve ser incentivado a se exercitar já que o Dog Alemão tem uma “preguiça incansável”. O exercício deve ser dosado evitando-se os excessos e principalmente os pulos.

Great Danes
The Kennel
History and Standard
Cares
Our Dogs
Ancestral
Puppyes For Sale
Puppyes Gallery
News
Guest Dog
Wallpaper
Links
Contact
Taragor Del Castello Delle Rocche
Uyang Des Terres De La Rairie
Axel D''Muriel
Aris D'Muriel
Cimone - Suka
Ata D'Muriel
Avana D'Muriel
Aquila Von Martinez D'Muriel
Agaya D'Muriel

Agaya D'Muriel Antonio Moloseum Taragor Del Castello Delle Rocche
Uyang Des Terres De La Rairie
Axel D''Muriel
Aris D'Muriel
Cimone - Suka
Ata D'Muriel
Avana D'Muriel
Aquila Von Martinez D'Muriel
Agaya D'Muriel

Agaya D'Muriel Antonio Moloseum Dog Alemao
O Canil
História
Cuidados
Nossos Cães
Ancestrais
Filhotes a Venda
Galeria de Filhotes
Notícias
Livro de Visitas
Papéis de Parede
Links
Contato
Taragor Del Castello Delle Rocche
Uyang Des Terres De La Rairie
Axel D''Muriel
Aris D'Muriel
Athilon Martinez D'Muriel
Cimone - Suka
Ata D'Muriel
Avana D'Muriel
Aquila Von Martinez D'Muriel
Agaya D'Muriel

Agaya D'Muriel Antonio Moloseum Taragor Del Castello Delle Rocche
Uyang Des Terres De La Rairie
Axel D''Muriel
Aris D'Muriel
Cimone - Suka
Ata D'Muriel
Avana D'Muriel
Aquila Von Martinez D'Muriel
Agaya D'Muriel

Agaya D'Muriel Antonio Moloseum